Imagina você aprender ciências com o uso de literatura e filmes?

Este livro desenvolve algumas possibilidades de aproximação entre o ensino de ciências e o uso de obras de literatura e cinema em sala de aula.

Cadastrado em 13/03/2017 10:54
Atualizado em 15/03/2017 16:39

Texto literário por EdUFSCar

Imagina você aprender ciências com o uso de literatura e filmes?

A publicação tem como base uma concepção de educação científica ampla, pela qual é indispensável problematizar a ciência como construção humana e seu papel na sociedade. Os argumentos utilizados pelo autor são em defesa das artes como possível ponto de partida para se trabalhar essa dimensão do ensino. "Pesquisas como as do professor Luís Paulo Piassi, da USP, e de outros autores que trabalham na mesma linha, mostram como a ficção pode desempenhar diferentes papéis no ensino: motivar os alunos, desenvolver conceitos científicos, problematizar as concepções de ciência, debater a relação entre ciência e sociedade etc. No estudo que realizei, a intenção foi analisar esses dois últimos aspectos", explicou o autor.
A ideia do livro surgiu do mestrado desenvolvido por Ferneda, no âmbito do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da UFSCar. Nesta pesquisa, o autor estudou uma aproximação entre romances de ficção científica e o ensino de ciências. Na dissertação constam quatro textos de análise que fazem referência a romances clássicos da ficção científica. Para o livro, alguns trechos foram aproveitados integralmente, outros foram recortados ou reformulados, com o intuito de obter uma linguagem que não fosse tão marcada com os detalhes da metodologia da pesquisa. "A intenção do livro é apresentar os principais resultados da pesquisa com uma linguagem menos técnica, bem como algumas análises de filmes, que não fizeram parte do mestrado", afirmou.
São sete ensaios que introduzem o leitor no universo ficional de romances e filmes, sendo quatro destinados à literatura e três ao cinema, analisando enredos em que ciência e tecnologia desempenham um papel decisivo. No último capítulo são propostas questões para reflexão, como suporte para que os educadores desenvolvam atividades de debate em sala de aula no contexto da Educação Básica. "Meu livro é um convite para os educadores pensarem uma dimensão muito particular do ensino de ciências, a dimensão histórica, humana e social da ciência, que a meu ver é o aspecto menos trabalhado nas salas de aula", finalizou o autor.
Tulio Ferneda é formado em Física pela UFSCar e tem atuado como professor de ensino médio e cursos pré-vestibulares. Em 2015 concluiu a dissertação de mestrado intitulada "A ciência em romances de ficção científca: leituras e caminhos para a educação em ciências". Atualmente desenvolve uma pesquisa de doutorado na linha de Educação Escolar, na qual busca aproximar estudos sobre cultura, educação escolar e currículo.
O lançamento será no dia 31 de março, aberto ao público, com início às 15 horas, em nossa livraria, localizada na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar.

Adquira já


Tags da postagem

lançamentos Educação cinema tecnologia digital Tecnologia física ciências sala de aula

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar