Geotecnologias aplicadas à conservação da biodiversidade

As geotecnologias compreendem ferramentas de apoio à decisão que possibilitam uma visão integrada da interação natureza x sociedade x desenvolvimento, estabelecendo diretrizes para a interpretação conjunta dos fatores físicos, bióticos e socioeconômicos de uma unidade de gerenciamento ambiental (unidades de conservação, bacias hidrográficas, paisagens bioculturais etc.) e reforçando a interface analista-ferramenta por meio de técnicas desenvolvidas em um ambiente de geoprocessamento.

Cadastrado em 23/03/2017 14:26

Notícia por EdUFSCar

Geotecnologias aplicadas à conservação da biodiversidade

Geotecnologias estão relacionadas às ferramentas e às diferentes tecnologias utilizadas no processamento de dados espaciais. Elas podem ser usadas em questões centrais da ecologia, principalmente as que apresentam um componente espacial. Uma das áreas que as geotecnologias vêm sendo utilizadas é na conservação da biodiversidade. E é este o tema de "Geotecnologias aplicadas à conservação da biodiversidade", de autoria de Angela Terumi Fushita e José Eduardo dos Santos, docentes do Departamento de Hidrobiologia (DHb) da UFSCar. A publicação, integra a série Apontamentos.
A utilização das geotecnologias facilita o processo de planejamento e gerenciamento ambiental na coordenação e execução de tarefas que envolvem a análise de dados e informações ambientais de caráter espacial. Essa é uma ferramenta capaz de tratar grande volume de dados e que vem sendo utilizada com sucesso em vários setores da administração pública.
A publicação possui um estudo de caso e três unidades. O estudo de caso é o diagnóstico da sustentabilidade de uma unidade de gerenciamento de paisagem, no município de Mogi Guaçu, no Estado de São Paulo. Este caso propõe a estimar a capacidade de auto-organização dos diferentes tipos de ecossistemas do município. O principal objetivo é reunir dados que subsidiem ações futuras para a promoção do aumento da resiliência dos ecossistemas ecológico, socioeconômico e cultural do território de Mogi Guaçu. 
As unidades a seguir trabalham com tópicos específicos, a saber: Tópicos de Cartografia; Sistema de Informações Geográficas (SIG); e Tópicos de Sensoriamento Remoto. Todas as unidades possuem conceitos e exercícios.

Mais informações, clique aqui.


Tags da postagem

biodiversidade sociedade desenvolvimento Natureza e Ar Livre Conhecimento da Humanidade Nível de Informação Uso da Tecnologia geotecnologias natureza

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar