Igor José de Renó Machado, diretor da EdUFSCar, fala sobre as ações da Editora

"A ideia é consolidar a EdUFSCar em um crescente de qualidade de produção"

Cadastrado em 26/04/2017 13:43
Atualizado em 08/05/2017 10:51

Entrevista por CCS UFSCar

Igor José de Renó Machado, diretor da EdUFSCar, fala sobre as ações da Editora

O mercado editorial está passando por uma crise e a EdUFSCar vem tomando ações que têm como intuito principal manter a qualidade da produção editorial. Esta é a opinião do diretor da EdUFSCar, Igor José de Renó Machado.

Machado possui graduação em Ciências Sociais, mestrado em Antropologia Social e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor-adjunto da UFSCar e pesquisador do Centro de Estudos de Migração Internacional. Em entrevista, ele falou sobre a situação do mercado e como a EdUFSCar está inserida neste mercado, as ações que estão sendo tomadas e as perspectivas para os próximos anos.

Como você vê o cenário do mercado editorial e como a EdUFSCar está inserida neste cenário?

Igor - O cenário atual é de crise profunda. O mercado retraiu, e a EdUFSCar, especificamente nos últimos dois anos, vendeu menos da metade dos anos anteriores. Houve redução intensa da capacidade de venda. Lembremos que o PIB caiu 4% nesses dois anos. Nosso cenário é de contenção de despesas e pouca capacidade de investimento. Isso é muito preocupante para uma editora universitária, que tradicionalmente já não é uma máquina de fazer dinheiro. Estamos diante de uma situação em que várias ações são necessárias para mantermos o equilíbrio da Editora, mas ao mesmo tempo continuarmos produzindo, preferencialmente aumentando a capacidade de produção.

E quais são essas ações?

Igor - A primeira coisa foi uma revisão do quadro de funcionários. Reduzimos um pouco, na medida do limite. Encerramos o contrato de divulgação particular que tínhamos com uma empresa de São Paulo e estamos trabalhando mais próximos com a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS). Isso diminuiu os nossos custos imediatos. Também estamos tomando atitudes em todas as áreas para ampliar as vendas neste cenário de crise. Fizemos um saldão no final do ano passado, estamos fazendo bazares com grandes liquidações, reorganizamos as feiras e criamos a EdUFSCar Itinerante, que é uma forma de levar a EdUFSCar para o público que não passa pela livraria. Também otimizamos nossa capacidade de produção, agora produzindo mais livros, mesmo que com poucos recursos para isso. Vamos investir mais na produção de e-books, com a possibilidade de impressão “on demand” terceirizada, o que diminui a nossa demanda de investimento, porque as impressões estão caras. Essa é uma ação para atingirmos uma produção de livros ainda maior, sem onerar as nossas contas.

Notam-se também ações na área de divulgação, como o Newsletter.

Igor - É fundamental que a Editora se comunique bem. Neste sentido, estamos testando uma série de estratégias de comunicação com a CCS. Há um processo muito organizado de divulgação de todas as nossas notícias, produção de releases pela CCS das nossas publicações, uma assessoria muito bem-feita. A produção deste Newsletter é um exemplo disto, porque antes a Editora publicava boletins impressos, o que tinha um custo alto. O Newsletter nos permite levar a informação da Editora de uma forma organizada e com menores custos. Além da prática de produzir informação, existe uma ajuda muito grande em como conduzir a comunicação de forma a levar nossa produção de conhecimento para um público maior.

Quais são as perspectivas da EdUFSCar?

Igor - A ideia é consolidar a Editora em um crescente de qualidade de produção. Queremos reforçar nossa capacidade de produzir obras importantes para o cenário científico, continuar ganhando o Prêmio Jabuti, o que faz diferença para nós, e ao mesmo tempo também lançar obras que tenham mais inserção no mercado, pois são essas obras que garantem a produção das demais publicações. Há a intenção de produzir mais material voltado ao ensino superior e talvez para o ensino médio, que oferece um espaço interessante para dinamizar a produção da Editora. Com um conjunto maior de livros que vendam mais, é possível subsidiar a produção dos livros estritamente acadêmicos, que é nossa principal missão.


Tags da postagem

Natureza e Ar Livre Consumo Consciente Conhecimento da Humanidade Nível de Informação Nível de Comunicação

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar